Federação Pró Costa Atlântica

A FEDERAÇÃO

Federação Pró Costa Atlântica
Embrião foi em 1986

Em 1986 as sociedades de amigos sabiam umas da existência das outras mas ninguém se conhecia. Foi então que Regina Helena de Paiva Ramos, então presidente da Sociedade Amigos do Juquehy resolveu promover um encontro das sociedades, que recebeu o nome pomposo de I Encontro das Sociedades de Amigos da Costa Sul de São Sebastião. Isso aconteceu no dia 20 de setembro de 1986. A reunião foi aberta pelo então Prefeito Luiz Rogério Martins.

Na pauta:
a) coleta de lixo e seu destino final;
b) segurança;
c) esgotos;
d) pesca predatória. Depois de um intervalo para o café falou aos representantes das sabs o engenheiro florestal Hélio Ogawa, pesquisador científico do Instituto Florestal. O tema: Preservação das florestas e seu uso indireto como fator de produtividade. Em seguida, continuação da pauta:
e) preservação do meio ambiente;
f) lei de uso e parcelamento do solo para a Costa Sul;
g) energia atômica ( proximidade com Angra);
h) assuntos diversos.

Estava previsto que depois disso os participantes do I Encontro fossem jantar no Hotel Timão. E foram. Mas a pauta não foi totalmente cumprida, houve uma tempestade com direito a muita ventania, acabou a luz e o restante da pauta foi transferido para o sábado seguinte, dia 27 quando participaram o engenheiro João Rodrigues, da CETESB, que falou sobre poluição das águas e o dono da empresa Pinoeira, que era a concessionária do serviço de coleta de lixo no Município. A comunidade da Costa Sul estava muito irritada com a precariedade do sistema de coleta de lixo.

Os resultados dessa reunião foram pelo menos dois: 1.º - o prefeito Luiz Rogério rompeu o contrato com a Pioneira; e 2.º - Começou a ser elaborada, pela CEPAM, CETESB e SUDELPA a revisão da lei de parcelamento e uso de solo para a Costa Sul, que viria a se transformar na lei n.º 561.

Foi a primeira vez que as sociedades de amigos da Costa Sul deram demonstração de força, preparo, conhecimento dos assuntos abordados e de interesse pelo município, agindo juntas e em pleno consenso.

PARCEIROS